O tensiômetro de força semi-automático versátil para controle de qualidade

folder_openBlog

O K20, fabricado pela Kruss, é um tensiômetro stand alone, semi-automático projetado especialmente para controle de qualidade de processos produtivos. Pode ser utilizado para pesquisa e desenvolvimento de produtos com diversas técnicas de medição aplicáveis de acordo com o protocolo de análise, para a tensão superficial de um líquido e/ou a tensão interfacial entre dois líquidos, além da densidade de líquidos e a temperatura das amostras.

Tendo como suas principais vantagens a confiabilidade nos resultados e a facilidade de uso da operação, é imune a erros durante o processo. Os parâmetros internos permitem a opção de controlar a variação permitida do resultado a fim de realizar a medição quando a amostra estiver com a tensão superficial/interfacial perfeitamente estável, obedecendo o desvio padrão selecionado pelo usuário.

O K20 oferece diversas opções de método de medição como anel Du Noüy e placa de Wilhelmy e métodos ASTM D971, já programados internamente, além dos métodos Lamella tear off, e densidade de líquidos.

A opção de jaqueta termostática em sua base permite que a amostra esteja com sua temperatura controlada em um range abrangente, de -10C a 130C.

Tem a possibilidade de utilizar um software externo que coleta as informações da análise e disponibiliza em um gráfico. É possível gerar gráficos de diversas medições simultaneamente, oferecendo uma noção visual de variações de resultados de forma organizada, com históricos para uma análise de controle estatístico de processo.

Esses resultados também podem ser exportados via Microsoft Excel para uma análise mais profunda de seus resultados analíticos.

A bateria interna torna este equipamento à prova de oscilações e de falta de energia elétrica, sendo possível realizar medições normalmente nessas condições.

Confira as indicações de utilização do K20: 

  • Verificação do estado de envelhecimento do óleo de transformador e outros óleos de acordo com ASTM D-971 e IEC 62691.
  • Validação da tensão superficial para agentes de limpeza ou umectantes, bem como outros surfactantes.
  • Verificação de resíduos de agentes de limpeza na indústria alimentar e outras áreas.
  • Garantia de qualidade e emulsificantes.
  • Produção de látex
  • Tintas e vernizes em superfícies
  • Tintas e vernizes como líquidos
  • Caracterização de tensoativos.

Método do anel Du Noüy

Para obter os resultados de medição da tensão superficial e a tensão interfacial, utiliza-se a força exercida de uma lamela sob um anel de liga de platina/irídio, a força máxima é registrada e o resultado é calculado e corrigido automaticamente.

Método da placa de Wilhelmy

Uma outra forma de medir é usando a força gerada através da massa de um líquido em uma placa ou haste de platina de dimensões conhecidas.

O equipamento avalia o comportamento da tensão superficial de um líquido e da tensão interfacial entre dois líquidos. A força que atua sobre uma placa imersa verticalmente é medida.

Por que escolher o K20?

O sensor de força de precisão do K20 e as sondas de medição garantem resultados confiáveis, enquanto as análises controladas pelo processador baseadas em modelos de medição fornecem resultados independentes do usuário. A opção de operação de bateria de longa duração sem um computador permite que o K20 seja usado de forma flexível.

Ele possui um fácil manuseio e preparação, é adaptável para diferentes condições de medição, permite opções adicionais para armazenamento de dados, pode transferir resultados e parâmetros relacionados para um software opcional com as suas soluções surfactantes e processos interfaciais.

A Láctea Científica é distribuidora dos produtos Krüss no Brasil. Para saber mais sobre o K20 ou solicitar um orçamento, clique aqui ou entre em contato.

Tags:
Menu
Fale com a gente
1
Como posso te ajudar?
Bem-vindo à Láctea Científica
Como podemos te ajudar?