O Teste de óleo em água do Eracheck ECO e o monitoramento ambiental

folder_openBlog

Quando se fala em gestão ambiental, prevenção de riscos, emergências ambientais e controle de poluição, o monitoramento ambiental é uma prática essencial, e em geral exigida pela legislação para o licenciamento de atividades poluidoras.

Qualquer empreendimento que cause impactos potenciais ao meio ambiente, seja por poluição das águas, do solo, do ar, entre outros deve ter incluído o monitoramento ambiental em seu programa de gestão ambiental. Para prevenir e controlar a poluição e os acidentes e emergências ambientais, ou para verificar a qualidade dos recursos naturais.

Os acidentes ambientais podem causar prejuízos enormes ao meio ambiente e acabar com a imagem de uma empresa. Muitas vezes causam danos que tem um alto custo de recuperação do ambiente e demandam técnicas especializadas de remediação, sendo que nem sempre o ambiente volta a ser como era anteriormente.

O setor de petróleo, por exemplo, em especial as atividades que envolvem a extração, tem alto risco de poluição do ambiente. Os casos mais alarmantes são as emergências de derramamento de petróleo que já ocorreram em diversas partes do mundo.

Mesmo em pequenas quantidades, o óleo derramado causa impactos nos ecossistemas aquáticos, principalmente à vida marinha. O plâncton, que é a base da cadeia alimentar dos organismos marinhos e são os primeiros a serem contaminados, contamina o restante dos animais ao servir de alimento. No caso do petróleo, o fitoplâncton e as algas que mantém a produtividade de alimento na cadeia alimentar aquática não sobrevivem por conta do bloqueio de entrada de luz pela camada de óleo que flutua na superfície. Outro problema é que os óleos se impregnam ao tecido dos animais, impedindo a respiração em peixes, o vôo em aves e o controle de temperatura em mamíferos.

O setor do petróleo tem sua atividade controlada pelos órgãos ambientais e tem normas para o descarte de água definidas pela legislação. Não apenas este setor, mas qualquer atividade significamente impactante que possa afetar os corpos de água ou o solo.

Estamos em uma época em que as pessoas estão mais conscientes dos impactos ambientais, e não lidar com essa responsabilidade é um ato de negligência. É essencial ter um bom planejamento de monitoramento e equipamentos de qualidade para realizar o trabalho de prevenção destas catástrofes.

Equipamentos que medem a quantidade de óleo em água é um dos tipos que servem ao monitoramento, em situações de emergências, acidentes e acompanhamento da recuperação ambiental. São utilizados para a auditoria da origem do óleo analisado, investigação de causa e efeito, verificação do risco de transferência do contaminante para a cadeia trófica e para os humanos, verificação dos contaminantes nos recursos naturais, incluindo pesqueiros, medição da quantidade de hidrocarbonetos para determinar a resposta à emergência, identificação do declínio do poluente, identificação das condições apropriadas para iniciar a remediação, monitoramento da recuperação e comparação com os níveis de poluentes aceitáveis.

Eracheck ECO

Eracheck ECO é um equipamento utilizado para testar a quantidade de óleos e graxas presente em uma amostra de água ou solo, a partir da tecnologia de analise não dispersiva de espectroscopia de infravermelho. É uma técnica refinada, que permite a analise da quantidade óleo em água ou solo de forma precisa.

Os testes de óleos e graxas em água e no solo são úteis para o monitoramento ambiental, e em locais que realizam processos industriais, para analisar descargas de águas industriais e atividades poluentes em geral. Em atividades de extração de petróleo, são utilizados para a análise de águas de reinjeção em poços de petróleo, para monitoramento, para recuperação do petróleo extraído e para o monitoramento das camadas da superfície durante o processo de perfuração de poços.

O equipamento também pode ser útil para as agências governamentais de controle de poluição, instituições científicas, e nas emergências ambientais.

Eracheck ECO utiliza o ciclohexano como solvente, composto barato, de fácil obtenção e de menor impacto ambiental e atmosférico.

A vantagem do uso do ciclohexano como solvente é substituir compostos que contém moléculas de clorofluorcarbono (CFC), as quais são capazes atuar na redução da espessura da camada de Ozônio. O Ozônio presente na estratosfera inibe a passagem de raios Ultravioleta B (UV-B), que podem causar doenças ao ser humano.

Eracheck ECO é compacto e pode ser utilizado em laboratório ou levado à campo. Possui conectividade para rede e periféricos de saída e interface touchscreen e fornece os resultados em menos de dois minutos. Pode ser usado em ambiente offshore, como por exemplo, plataformas de petróleo e pode ser calibrado para diferentes tipos de óleo. Entre em contato para saber mais sobre o Eracheck ECO.

Tags: ,
Menu