Veja como medir a estabilidade de combustíveis de aviação sob alta temperatura.

folder_openBlog

ASTM D3241 – Método de Teste Padrão para estabilidade à oxidação térmica de combustíveis de aviação sob alta temperatura

Essa norma determina o método para medir a estabilidade de combustíveis de aviação sob alta temperatura,  ao sujeitar à amostra de combustível à condições que podem ser relacionadas iguais as ocorridas nos sistemas de turbina.

O combustível é bombeado a uma taxa volumétrica fixa através de um aquecedor, após o qual entra em um filtro de aço inoxidável de precisão, onde os produtos de degradação de combustível podem ficar presos.

O aparelho utiliza 450 mL de amostra durante um período de 150 minutos. Os dados essenciais derivados são a quantidade de depósitos em um tubo de aquecimento de alumínio, e a taxa de obstrução de um filtro de precisão com tamanho nominal de 17 µm, localizado abaixo do tubo de aquecimento.

Os resultados do teste são indicativos do desempenho do combustível durante a operação da turbina, e podem ser utilizados para avaliar o nível de depósitos que se formam quando o combustível líquido entra em contato com uma superfície aquecida a uma temperatura especificada.

O analisador de oxidação de combustível, Falex 400, e os tubos aquecedores de teste Falex, atendem aos requisitos da ASTM D3241, conforme comprovado pela participação em um estudo inter laboratorial cooperativo da ASTM.

Desde sua introdução em 2009, o Falex 400 é o testador de oxidação de combustível a jato mais durável e confiável do mercado! O instrumento compacto e de fácil manuseio foi desenvolvido para longos intervalos de uso e anos de serviço, seguindo rigorosamente os padrões estabelecidos. Para obter mais informações, entre em contato.

Menu