4 dicas para a escolha da centrífuga ideal para laboratório

folder_openBlog

As centrífugas para laboratório são equipamentos muito conhecidos em ambientes laboratoriais, seja em centros de pesquisa, análises, pesquisa, biotecnologia, universidades e até mesmo indústrias. Mas você sabe quais fatores devem ser levados em consideração para escolher o equipamento mais apropriado?

Confira abaixo 4 dicas que podem te ajudar:

1) Tamanho e material

É importante avaliar o espaço que você possui disponível para alocar sua centrífuga e investir em algo com o tamanho ideal para o laboratório em questão. Além disso, é recomendável a aquisição de um produto com material anticorrosivo, a fibra de carbono é um material leve e duradouro, o que prolonga a vida útil do equipamento.

2) Refrigeração

A centrífuga deve trabalhar na velocidade máxima, de forma que seja capaz de manter a temperatura constante e inalterada durante a centrifugação de amostras.

3) Versatilidade com o rotor

Se o uso deste equipamento for constante, opte por escolher um modelo que permita acomodar diversos adaptadores, não exija uso de ferramentas para troca e de preferência que não faça muito barulho durante o funcionamento.

4) Amplitude na capacidade

Escolha um modelo que seja possível trocar os rotores, assim você poderá trabalhar com diferentes volumes de tubos sem precisar comprar uma nova centrífuga.

Agora que você já conhece os principais aspectos a se avaliar no momento da compra de uma centrífuga, conheça também os equipamentos da Láctea Científica.

Menu